Plantas NoAr - Plantas Aéreas

Água destilada – Uma boa opção para as tillandsias?

Uma das coisas que mais nos chama a atenção nas plantas aéreas é a sua simplicidade.

Entretanto esta simplicidade é apenas aparente pois as tillandsias têm tantas necessidades como qualquer outra planta, ou seja, precisam de azoto, de fósforo, de potássio, de dióxido de carbono, de água e de luz.

Tillandsia Reichembachii em flor - Plantas NoAr

Tillandsia Reichenbachii em flor

A grande diferença é que, enquanto as outras plantas vão buscar grande parte das suas “necessidades químicas” ao solo, as tillandsias fazem-no através das folhas.

Isto faz com que qualquer substância que toque na folha de uma planta aérea se torne em um potencial alimento pois os tricomas estão lá prontos para absorver tudo (ou quase tudo) de maneira hiper eficiente como só as tillandsias o sabem fazer.

Água Destilada - Plantas No'ArÁgua Destilada

Por definição, a água destilada* consiste numa água quimicamente pura, isto é, purificada por destilação de modo a eliminar os sais nela dissolvidos e outros compostos.

A água da chuva (considerada destilada quando se forma), ao cair, traz consigo minerais e outros compostos que estão dispersos na atmosfera e dependendo da localização geográfica estes compostos podem variar drasticamente. Estas variações interferem no pH da água tornando-a mais ou menos ácida.

As tillandsias preferem água ácida e normalmente a água destilada que compramos tem o pH neutro, ou seja, não é ácida.

Na natureza, as tillandsias que vivem sob as árvores recebem a água das escorrências dos troncos contendo matéria orgânica que nutre as plantas aéreas na perfeição. O mesmo não se pode dizer da água destilada.

A nossa experiência

No nosso caso, sempre que temos utilizamos a água da chuva para regar as nossas tillandsias, porém, quando não é possível temos que recorrer à água canalizada.

De maneira puramente empírica não temos como admitir que faça alguma diferença.

As razões que nos levam a utilizar água da chuva são duas: o bem estar das plantas e o aproveitamento do ciclo natural da água.

Sabemos que existem diversas referências na internet sobre os benefícios da utilização da água destilada nas plantas e sabemos também que em muitos lugares os sistemas de tratamento das águas podem adicionar mais cloro na água do que gostaríamos e por isso entendemos que em certos casos as pessoas prefiram utilizar a água destilada em detrimento a água canalizada.

Se ter cloro a mais na água é o seu caso, recomendamos que reserve a água para a rega e que a deixe em repouso num recipiente aberto para que o cloro evapore de um dia para o outro.

Caso ache que a água destilada é a solução e se tiver disposição, recomendamos que faça a experiência com água mineral.

Luso, Serra da Estrela, etc… procure a mais ácida de todas. Veja aqui como encontrar esta informação.

Na literatura sobre tillandsias encontramos muitas referências sobre a questão da acidez da água. Há quem recomende umas gotinhas de vinagre na água da rega, há quem use pó de café para acidificar a água, há quem utilize fertilizantes. Opções não faltam para deixar as plantas aéreas mais saudáveis e bonitas.

E você? Como cuida das suas plantas aéreas? Tem algum segredo para partilhar connosco?

 

Streptophila - Plantas NoAr - Água Destilada

Tillandsia Streptophylla

 

 

*água destilada in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-30 19:20:19].
Disponível na Internet: I’m filtering the content inside the main loop

Temos outros artigos

Deixar comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.