Artigos

Plantas Noar - Tillandsias - Plantas aéreas

Cuidando das Tillandsias – O verão está a chegar

As tillandsias não são plantas muito exigentes, apesar de não precisarem de muito para viver, elas necessitam de condições mínimas.

Se quer ver a sua planta aérea feliz e saudável, deverá proporcionar-lhe pelo menos 3 coisas:

  • Humidade
  • Luz
  • Calor

É muito interessante observar, que o comentário inicial de algumas pessoas que identificam as plantas aéreas e que se aproximam da nossa banca nos mercados é: “Olha lá as plantinhas que não precisam de água!”

E nós, sempre que conseguimos, respondemos:

Elas não precisam é de terra. De água precisam sempre.

Infelizmente, para algumas pessoas, a questão da água parece não encaixar e acabamos por depreender que seja pela fama da Tillandsia Aeranthos.

A Tillandsia Aeranthos é uma variedade de planta aérea muito comum na Península Ibérica, também presente nos Açores e na Madeira e que realmente não necessita de grandes cuidados, ou melhor, que sobrevive sem grandes cuidados.

Na verdade, com alguns “mimos”, as Aeranthos ficam mais viçosas e presenteiam-nos com filhotes e flores mais frequentemente.

O verão e as tillandsias

Com a chegada das temperaturas mais altas do verão e com a descida da humidade relativa do ar em algumas zonas do país, as plantas aéreas começam a ressentir-se e podem não resistir aos nossos esquecimentos que são tolerados em épocas de temperatura mais amena.

Lembre-se que para as plantas aéreas de folhas mais verdinhas, como é o caso das Ionanthas ou das Butzii por exemplo, a falta de humidade pode ser muito prejudicial. Se pensarmos numa Tillandsia Argentea então pode ser mesmo fatal.

Se se vai ausentar ou fazer férias neste verão, faça uma rega mais profunda das suas plantas aéreas utilizando o método da imersão. A seguir, faça por baixar o seu metabolismo, colocando-a numa zona mais fresca da casa e onde tenha menos luz.

Cuidando das Tillandsias - O verão está a chegar

Este procedimento “engana” a planta aérea e faz com que ela poupe energia, processando menos açúcar, transpirando menos e consequentemente perdendo menos água.

Isto porém, como já deve ter notado, não são as condições ideais. Só por uns dias não faz mal e a sua plantinha agradece.

Nunca é demais recordar que a regra do borrifar 3 vezes por semana, que costumamos indicar, é genérica.

Observar a suas plantas aéreas e reconhecer os sinais de falta de água é essencial para o bem estar das mesmas.

Cuidando das Tillandsias - O verão está a chegar

Plantas felizes, pessoas felizes!

 

Onde pode comprar plantas aéreas? Na nossa loja online!
Plantas aéreas em Portugal?
Está no lugar certo, é mesmo aqui.

 


 

Plantas Noar - Tillandsias - Plantas aéreas

Os tricomas

O que se passa com a minha planta aérea?

Costumam perguntar-nos porque é que a sua planta aérea está mais esbranquiçada e perdeu um pouco da sua cor. O que é esta substância pouco habitual, branca e peludinha nas folhas da sua Tillandsia?

Não há qualquer motivo para preocupação, porque, de facto, é um dos sinais de uma planta saudável e feliz.

Tricomas - Tillandsia Tectorum

Tricomas da Tillandsia Tectorum Snow (ampliado)

Estes misteriosos pelinhos brancos constituem uma camada de células que absorvem água e nutrientes e que se chamam Tricomas. Estes Tricomas são específicos das plantas aéreas (do Género: Tillandsia) e de outras plantas epífitas que não dependem de um sistema de raízes para a absorção de água e nutrientes. Adicionalmente, ajudam a proteger a planta do sol intenso.

Tricomas

A palavra Tricoma vem do Grego trikhōma, que significa “coberto por pêlo”.

Outra coisa interessante que podemos observar nas plantas aéreas é que existem diferenças visuais na quantidade de tricomas entre plantas diferentes da mesma espécie. Por exemplo, a Ionantha Guatemala que cresce numa elevação relativamente alta e fria na América  Central, apresenta-se muito branca por estar tão coberta por tricomas. A mesma ionantha que cresça numa zona mais húmida e quente terá um aspecto muito diferente, apresentando-se com folhas verdes claras devido a ter uma menor cobertura de tricomas.

tricomas - Plantas Aereas

A regra geral será que, as Tillandsias de ambientes mais solarengos e secos terão mais tricomas visiveis do que uma Tillandsia de um ambiente mais húmido, que vive debaixo da copa de árvores onde estará mais protegida e com mais água ao seu dispôr graças à transpiração das árvores.

Basta ver a diferença das folhas de uma Tillandsia Tectorum e uma Tillandsia Butzii por exemplo.

Agora veja neste vídeo o que acontece aos tricomas quando são molhados.

Esperamos que tenha gostado deste nosso artigo!

Se tiver alguma dúvida de como cuidar da sua planta aérea, visite o nosso blog, onde temos mais alguns artigos com dicas de como cuidar destas maravilhas da natureza que são as tillandsias, ou então envie-nos uma mensagem.

 

Agora já sabe onde pode comprar a sua planta aérea…
Na nossa loja online!
Plantas aéreas em Portugal? É na nossa loja online Plantas No’Ar!

 


 

Tratamento de beleza

Assim como nós gostamos de cuidar do nosso visual, não faz mal de vez em quando tratar do visual das nossas plantas aéreas (e de outras também).

Com o passar do tempo e conforme a sua tillandsia vai evoluindo, é natural que as folhas mais exteriores comecem a apresentar algumas falhas, ou até mesmo a ficar com um aspecto seco, trata-se o processo natural de envelhecimento das plantas aéreas.

Cuidados com as aéreas - Plantas No'Ar

Por vezes, algumas destas imperfeições podem estar relacionadas com falta ou excesso de água, e neste caso a “secura” será mais generalizada e não só nas folhas mais velhas/exteriores ou nas pontas.

Ler mais
Anjos70 - Plantas No'Ar

Mercado Anjos70

O Art & Flea Market do Anjos70 acontece no primeiro fim-de-semana de cada mês (salvo os meses de Agosto e Janeiro em que efectua edições de saldos em datas pontuais).

Um conceito alternativo de Mercado urbano que, desde 2012, favorece os lojistas e artistas independentes, e recebe mais de 100 vendedores de todo o país.

O mercado está distribuído em 2 pisos onde pode encontrar, para além das nossas plantas aéreas, roupa em primeira e segunda mão, artigos decorativos, artesanato, cultura e muito mais.

Veja como chegar

Anjos70foto: divulação Anjos70

Inserido no coração dos Anjos, o edifício já conta com largos anos de história, desde os seus tempos de Fábrica Biseladora e Tipográfica, passando depois por diversas empresas e mais tarde serviu de sede a associações culturais como a Abril em Maio, e a Taberna das Almas.

Parecia mentira mas não foi, no dia 1 de Abril de 2017 voltou a abrir portas com nova cara e novo nome: Anjos70.

Este é o projecto do NCR – Núcleo Criativo do Regueirão, uma Associação sem fins lucrativos que nasceu naturalmente entre pessoas que já desenvolviam actividades no mesmo local – o Mercado mensal e as Oficinas criativas.

A necessidade de manter o mesmo espaço abriu portas a novos objectivos, tornando-se imperativo criar um ambiente lúdico e confortável à criação artística. Com a sua sede no Anjos70, o NCR propõe uma oferta cultural diversificada e transversal através de uma série de actividades.

Ninguém fica indiferente ao imenso salão de dois andares, com mezzanine, destinado a eventos promovidos pelo NCR: Mercados, matinés, ciclos de cinema, exposições, concertos, palestras, ensaios de teatro, aulas de dança e escola de yoga. Disponível também para aluguer e cedência.

Feira Rural 2019

A Feira Rural de Torres Vedras e o contacto com as suas gentes ficarão com certeza na sua memória.

Não se esqueça que poderá repetir a experiência todos os primeiros sábados de cada mês, de abril a outubro.

Visite as cerca de 250 bancas onde pode adquirir ou experienciar: hortícolas; frutícolas; produtos certificados de agricultura biológica; flores; plantas aromáticas; produtos regionais e tradicionais; Pastel de feijão de Torres Vedras; gastronomia e doçaria tradicional; pão, queijos e enchidos; vinhos; licores; mel; azeite; artesanato contemporâneo e tradicional; antiguidades; velharias; colecionismo e numismática.

Venha até à Feira Rural de Torres Vedras, aproveite para visitar a cidade, traga a sua cesta e leve para sua casa um “molho” de experiências e de produtos que tão bem caracterizam o concelho e a região.

Se vier acompanhado por crianças aproveite o serviço de babysitting gratuito, onde os mais novos, no período máximo de 1 hora, podem dar largas à imaginação e criatividade, acompanhadas por profissionais. Durante esse período, se o entender, aproveite para fazer as suas compras, escolha os melhores produtos e peça ajuda aos produtores locais, desfrute da sua sabedoria e simpatia.

Passeio de Burritos está de volta este ano de 2019. Durante a manhã, os mais pequenos podem usufruir de uma experiência diferente e passear de burro, gratuitamente, pela Feira Rural.

animação musical itinerante é sempre um momento de entretenimento garantido, não se esqueça de assistir à atuação dos ranchos folclóricos do concelho e fique a conhecer a nossa herança cultural e etnográfica.

Compras feitas, não se esqueça de almoçar pela Feira Rural, num espaço dedicado à gastronomia tradicional confecionada por chefs de quatro restaurantes do concelho. No Largo de São Pedro poderá experimentar vários pratos que constituem a oferta regular destes restaurantes.

Uma mostra que lhe deixará “água na boca” para mais tarde visitar os restaurantes (custo de cada prato 3,50€). Para acompanhar a degustação gastronómica nada como um sumo natural ou um belo vinho da região.

À tarde, e porque uma caminhada vem sempre a calhar, percorra as ruas do artesanato e compre um “miminho” para as crianças, um presente para um amigo ou simplesmente leve uma recordação produzida pelos nossos artesãos.

comboio turístico estará em funcionamento e faça uma paragem no local que mais lhe agradar, podendo contar com este transporte gratuito para o trazer de volta ao seu ponto de partida.

Feira Rural de Torres Vedras acontece nas seguintes ruas da cidade: Rua 1.º Dezembro, Rua 9 de Abril, Praça da República, Rua Serpa Pinto, Rua Paiva de Andrada, Rua Eduardo César, Rua João Luís de Moura, Rua Miguel Bombarda e Rua Almirante Gago Coutinho, Largo de São Pedro, Largo de Wellington e Praça do Município.

Conctactos da Organização

Tel.: 261 094 746
Email: feira.rural@promotorres.pt

Informação oficial sobre o evento disponível em:

http://www.cm-tvedras.pt/agenda/grupo/293/

Sementes vs Rebentos

A reprodução das tillandsias – Sementes vs Rebentos

Outro dia, num dos cantinhos de nossa estufa fui surpreendida por algo que nunca tinha visto acontecer numa de nossas plantas: vi uma capsula de sementes a abrir-se.

Tratava-se de uma Tillandsia Baileyi que comprara há mais de dois anos para a nossa coleção particular e que havia florido.

Na época, depois de contemplar a beleza das suas flores, lá fui eu tentar fazer o trabalho dos colibris e tentei polinizá-la para ver se conseguiríamos as sementes. Será que conseguiria fazer o papel da Mãe Natureza?

Afinal parece que sim, pois somos todos natureza.

E não é que passado quase dois anos, após as flores secarem, que vim a descobrir que a minha polinização (acho eu) havia ocorrido com sucesso?

Foi uma grande satisfação encontrar as sementes expostas.

A reprodução das tillandsias - Sementes vs RebentosSementes de Tillandsia Baileyi

A Paciência é Vital

Muitas pessoas nos perguntam sobre a reprodução das tillandsias, se é fácil ou difícil, se demora, etc.

Se há algo que as tillandsias nos ensinam é a ter paciência. Muitas das variedades das nossas plantas aéreas são capazes de nos contemplar com flores ao longo dos anos, outras nem por isso, podem passar anos sem florir e há ainda aquelas que aqui em Portugal provavelmente nunca irão florir. (Eu penso que a Tectorum é um destes casos. Se tem uma Tectorum em casa a florir contemple-a intensamente e diga-nos por favor).

Por isso a paciência é vital. Esperar 2 anos para as sementes de uma planta aérea amadurecerem e mais alguns para que a sua planta aerea torne-se adulta é algo que pode exigir grande dedicação, atenção e paciência.

O mais impressionante é pensar que daquela pequenina pluma irá surgir algo tão belo.

A reprodução das tillandsias - Sementes vs Rebentos

Há espécies como a Tillandsia Xerográfica, que podem demorar entre 12 a 18 anos para se desenvolver desde a semente até florir.

E as suas tillandsias? Já floriram ou já deram sementes?

Estas plantas aéreas são mesmo incríveis e apaixonantes.

Tillandsia Pohliana – adultaTillandsia Pohliana - A reprodução das tillandsias - Sementes vs Rebentos

 

regar as tillandsias

Cuidando das tillandsias – Regras básicas para rega

Quando estamos nos mercados, enquanto falamos com os clientes e explicamos os cuidados básicos a ter com as plantas aéreas, no nosso clima, temos sempre o cuidado de dizer que a “regra” do borrifar as folhas 2 ou 3 vezes por semana pode variar.

Sim. Tudo depende do ambiente onde a sua Tillandsia vai viver.

Tillandsia Usneoide - RegaCasas mais quentes e mais secas podem exigir uma maior atenção e a estação do ano também pode influenciar a frequência de rega das suas plantas aéreas, sendo que no Inverno as plantas aéreas precisam de menos quantidade de água. No entanto, as lareiras, aquecimentos e o ar-condicionado são factores a ter em conta pois secam o ar da divisão onde se encontram. Caso a planta se encontre no exterior, há que ter em atenção a exposição ao sol direto e aos ventos que também podem secar um pouco mais estas plantas.

É tudo uma questão de atenção aos sinais que as nossas amigas verdes (ou cinzentas) nos dão 🙂

Nalgumas plantas, como a Tillandsia Caput Medusae, o enrolar das folhas pode ser uma opção estética mas também é um sinal de falta de água quando as folhas se tornam demasiado encaracoladas. Esta planta é extremamente resistente e demora muito tempo até dar sinais de stress hídrico.

Mas, apesar da rega ser extremamente importante, o tempo de secagem também é fundamental.

É muito importante que estas sequem entre 4 a 5 horas após a rega, de modo a evitar que a planta aérea fique molhada durante muito tempo, propiciando o apodrecimento. Se possível, deve-se evitar que fique água estagnada entre as folhas destas plantas.

Ter uma aragem ou um bom fluxo de ar ajuda muito em termos da secagem das Tillandsias.

Ler mais
Plantas No'Ar na SIC

No’Ar na SIC

No último dia de 2018 tivemos uma ótima surpresa ao aparecer na rubrica Mudar de Vida no telejornal do canal SIC.

A reportagem foi filmada no princípio do ano e não sabíamos quando ia passar. Foi uma ótima surpresa!

Para quem nos quiser conhecer um pouco mais ou rever o programa pode vê- lo aqui no site da SIC.

Mercado de Natal Almada 2018

Mercado de Natal Amigo da Terra 2018 – Almada

De 12 a 16 de dezembro de 2018, o centro de Almada acolhe a XV edição deste mercado especial, que reúne artesãos e marcas de todo o país e oferece um vasto programa de atividades e animação de rua para viver um Natal mais amigo das pessoas e do planeta.

A nossa loja móvel vai estar aberta dentro da Oficina de Cultura.

Mercado de Natal Amigo da Terra - 2018 - Almada

 

Horário
Quarta das 17h30 às 21h
Quinta a Domingo das 12h às 21h

Local
Oficina de Cultura
Praça S. João Baptista, Almada [ver no Google maps]

 

São vários os projetos nacionais, os artesãos, designers e criadores, bem como instituições de solidariedade do concelho, que participam  neste mercado com muitas propostas para presentes de Natal.

Peças funcionais e decorativas criadas a partir de materiais recuperados, produtos biológicos acabados de colher, calçado e vestuário feitos com matérias naturais, brinquedos de madeira, plantas vivas, bicicletas, cosmética natural, soluções para quem quer construir uma horta num pequeno espaço na cidade, casas-ninho, mobiliário restaurado ou kits caseiros de produção de cogumelos, são apenas algumas das inúmeras sugestões de presentes que se podem descobrir neste mercado.

Os sabores e iguarias gastronómicas típicos da quadra natalícia podem também ser provados nas várias tasquinhas da Praça São João Baptista, assim como estão previstos momentos com música ao vivo e espetáculos de teatro para desfrutar com as pessoas que mais gosta.

 

 

Faça download do programa completo (PDF)

Visite o site oficial do evento

Mercado de Natal – Campo Pequeno 2018

Mercado de Natal Campo Pequeno 2018

Este ano estamos de volta ao Mercado de Natal do Campo Pequeno em Lisboa de 29 de Novembro a 2 de Dezembro de 2018 com algumas novidades… venham-nos visitar!

Mais de 100 expositores que apresentam artigos de autor e peças de design exclusivamente de origem portuguesa, maioritariamente inspirados nas artes e ofícios tradicionais.

Neste Mercado de Natal poderá encontrar peças originais, do tradicional ao contemporâneo, a preços atractivos, contribuindo para a sustentabilidade de pequenos ofícios e para o desenvolvimento da microeconomia nacional.

Design – Eco – Livros – Moda – Cerâmica – Joalharia – Decoração – Plantas Aéreas
Brinquedos – Artes Plásticas – Solidariedade

Visite a página oficial do evento no Facebook em:

https://www.facebook.com/Mercado.de.Natal/

🎄🎁💝